Clique em "Participar deste site" e fique por dentro de tudo o que rola no blog Sociedade dos Leitores Compulsivos!

Resenha: Órfão X

Titulo: Órfão X
Autor: Gregg Hurwitz
Gênero: Romance Policial / Ação
Editora: Planeta dos Livros
ISBN: 9788542207668
Paginas: 336
Nota: 3

Sinopse:
Quando garoto, Evan Smoak foi recrutado no orfanato onde vivia para fazer parte de um programa americano ultrassecreto. Rebatizado de Órfão X, ele foi treinado para ser um exímio assassino e enviado aos piores lugares do mundo para missões que ninguém mais conseguia executar. Depois de longos anos de atividade, Evan deixa o programa e usa as habilidades de agente secreto para “desaparecer” e viver para um único propósito, agora sob o codinome de “Homem de lugar nenhum”: salvar e proteger pessoas pobres e indefesas como ele havia sido. No entanto, seu passado de matador sangrento passará a assombrá-lo e também a seus protegidos. Alguém tão bem treinado quanto ele – talvez um ex-colega de programa?– está na sua cola, para tentar eliminá-lo.

Órfão X é um prato cheio para aqueles que gostam de filmes/séries estilo Busca Implacável, 007, 24 horas, Personal Of Interest. Aqueles cujo protagonista é o invencível e que faz de tudo para salvar um inocente.


Seguindo a mesma linha de ação deste tipo de história, o nosso protagonista é um agente solitário cujo propósito de vida é ajudar o próximo. Assim a vida pessoal fica de lado e até mesmo a preocupação com a própria vida, que está sempre em risco, fica de lado nas listas de prioridades.

"Encontre alguém que precisa de ajuda. Dê meu telefone. 1-8-5-LUGARNENHUM. Não importa quanto tempo vai demorar. O importante é encontrar alguém em uma situação tão ruim quanto a que você e sua irmã viveram. Alguém encurralado e desesperado. Fale de mim para essa pessoa. Diga que estarei do outro lado da linha."

Evan é um cara de aparência comum, mora em um prédio onde ninguém desconfia da sua real profissão. O rapaz ajuda pessoas que estão em situação de perigo, uma pessoa por vez, pois cada pessoa é uma missão.

Quando criança, vivia em um orfanato e era o menor dos meninos. Até que um dia o Sr Mistério apareceu na velha quadra de basquete onde os meninos brincavam. Ninguém sabia o que ele queria, um molestador, um empresário buscando um filho, um traficante procurando um mula. Mas como Evan não tinha muito a perder aceitou ir quando recrutado.

"Nunca , em nenhuma circunstância, revele seu nome a eles. Você vai ficar conhecido somente como Órfão X."

O Sr. Mistério era na verdade Jack, um agente do governo em um programa secreto de treinamento de agentes. Jack passa ser o tutor de Evan que passa ser chamado de Órfão X. Durante a infância passa por longos treinamento aprendendo defesa pessoal, tiro, primeiros socorros e também estudando e lendo livros clássicos.

Quando atinge a idade necessária, Evan começa receber missões para cumprir. Missões que não vinham com explicações, somente para serem executadas sem contestações. Um dia Evan encontra com um colega do orfanato e descobre que o mesmo também está no programa dos Órfãos Agentes, um pouco depois um fato faz com que Evan desista do programa e para tanto precisa desaparecer do radar do governo.

"Primeiro Mandamento: Não presuma nada.Terceiro Mandamento: Domine o ambiente à sua volta.Quarto Mandamento: Nunca leve para o lado pessoal.Sexto Mandamento: Questione ordens.Sétimo Mandamento: Uma missão de cada vez.Nono Mandamento: Jogue sempre no ataque.Décimo Mandamento: Nunca deixe um inocente morrer."

Quando consegue sair do radar e estabilizar a sua vida, Evan passa cumprir missões que ele acha importante. Ele passar ser o Homem de Lugar Nenhum, que quando chamado resolve o problema de vítimas inocentes. Não temos o relato de como começou, mas a partir da primeira pessoa salva, as seguintes vieram por intermédio de quem utilizou o serviço.

Evan acredita que ajudar alguém é um ato fortalecedor e capaz de curar. Assim, logo após de terminar de ajudar uma pessoa, ele deixava como pagamento a seguinte missão: encontrar alguém que se encontra na mesma situação que você estava antes de procurá-lo, uma pessoa desesperada e que necessita de ajuda. Passando o número dele para essa nova pessoa a dívida estava quitada e Evan teria uma nova missão.

"Evan trocou o telefone pela bebida, mas percebeu que não queria mais vodca. Não queria mais nada. A indignação queimava dentro dele. Obrigou-se a pensar no Quarto Mandamento:'Nunca leve para o lado pessoal'."

Toda a vida e rotina de Evan sofre perigo logo depois de pegar uma missão onde ele salva uma garota e sua irmã de um policial corrupto. Existe uma organização que está atrás do Homem de Lugar Nenhum e Evan se encontra em uma posição difícil onde tem que salvar a própria vida e de inocentes que estão ao seu redor.

Em paralelo a história central temos também o relacionamento de Evan com a sua vizinha viúva,
Mia, e seu filho de 8 anos, Peter. O garotinho gosta bastante de Evan e vê nele uma figura masculina em sua vida. Muito inteligente e carinhoso, Peter consegue estabelecer uma relação com Evan mesmo com todas as regras que ele sempre procura cumprir. Uma criança que faz com que ele perceba algumas coisas simples da vida e repense em algumas regras que ele tem.

Um livro muito descritivo, confesso que as vezes até me confundia com tanta descrição da cena em questão. Cheio de ação e suspense. Bastante interessante a jogada do autor em colocar na história as dúvidas que o protagonista tem mesmo com tanta experiência na área, os erros que são cometidos quando se coloca a emoção na frente da razão e quando deixa a emoção para seguir somente a razão também.

Um excelente roteiro para filme ou até mesmo uma série. Um livro com final único para aqueles que estão precisando de livros que não são séries.

"Isso mesmo. Essa é sua última chance para desistir. Então pense bem. Se morrer, vai morrer sozinho e ninguém vai saber dos sacrifícios que você fez. Ninguém além de mim. Não vai haver gloria, desfiles, nem nome num monumento."
Share on Google Plus

0 comentários:

Olá, compulsivo (a)!!!

Sinta-se à vontade e diga-nos o que achou deste post!