Clique em "Participar deste site" e fique por dentro de tudo o que rola no blog Sociedade dos Leitores Compulsivos!

Resenha: Soldier

Titulo: Soldier - Leal Até o fim
Autor: Sam Angus
Gênero: Drama
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634029
Paginas: 256
Nota: 5

Sinopse:

Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos.
Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra.
SOLDIER: Leal Até o Fim é um livro emocionante e intenso, recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães.


"Bones assumiu sua coragem, seu senso de honra como sendo dele próprio. Ele sempre será verdadeiro, leal e corajoso; até a última batida do seu coração ele dará - e disso eu não tenho dúvida - a própria vida por você. Seja o que for que esteja esperando por vocês dois, lembre-se de que para Bones você é toda a vida dele."


Sabe aquele livro que desde o começo deixa o seu coração pequenininho, que consegue atingir em cheio seu coração e te leva a sofrer junto com o protagonista? Bem assim foi o Soldier comigo!

Eu já sou uma pessoa muito sentimental e quando eu me conecto com a obra sou transportada para outro mundo e vivo a história (uma coisa muito louca mesmo!). Posso dizer que esse livro foi intenso, lindo e encantador.

Então vamos a história, o livro com a narrativa em terceira pessoa conta a história de Stanley. Um jovem de 14 anos que perdeu a sua mãe, na mesma época estoura a Primeira Guerra Mundial e o seu irmão mais velho é recrutado para a linha de combate. E para piorar a situação, seu pai não é o mesmo desde a morte de sua amada.

Completamente sozinho, o jovem tem que conviver com seu pai rabugento e que em qualquer breve oportunidade tenta ignorar ou magoar o seu filho mais novo. Como um mecanismo de defesa, o menino se torna o saco de pancadas emocional de seu pai.

A história inicia com a busca da cadela premiada de seu pai, em um momento de descuido Stanley perdeu Rocket quando estava no cio. Seu pai transtornado recusa o retorno da cadela prenha, pois diz que ela nunca mais correrá como antes. Bem como condena os filhotes e não aceita que os mesmo fiquem com Stanley.

Stanley consegue manter um cachorro consigo, o menorzinho, o último a nascer. Deu a ele o nome de Soldier, em homenagem a seu irmão e prometeu cuidá-lo até a volta do Tom. Apesar de difícil, Stanley consegue seguir com sua vida, estudando e cuidando do filhotinho. Tudo muda quando o seu pai comete uma atrocidade e Stanley decide fugir de casa e ir em busca do seu irmão.

"O DEPARTAMENTO DE GUERRA SOLICITA MAIS UMA DOAÇÃO DE CÃES PARA FINS MILITARESNossas mulheres têm entregado seus maridos, seus filho, seus pais, seus irmãos - e, agora, seus cães. Doze mil cães já foram entregues até agora, uma resposta impressionante. Mas ainda são necessários mais. Já foram feitas várias convocações pelo telégrafo e pelos jornais para que a população doe seus cães. Já requisitamos os cães dos canis de Leeds e Battersea..."

Assim começa a aventura do livro. Toda história gira em torno do treinamento de Stanley e sua busca pelo seu irmão Tom. Por causa de sua conexão com os animais, Stanley se candidata no Serviço de Cães Mensageiros.

"Os cães são quatro vezes mais rápidos do que os seres humanos. Eles conseguem atravessar as crateras de bomba alagadas e os canais. Eles conseguem encontrar seu caminho durante a noite e correr muito rápido, tanto de dia quanto à noite. Não têm medo de cruzar essas crateras. E podem pôr em prática seu instinto de direção apenas uma semana depois de chegar a uma nova área, escolhendo um cheiro individual e passando a segui-lo, apesar dos milhares de cheiros concomitantes, através de um terreno que é intransponível para o cavalo, o homem ou a máquina."

Assim temos no decorrer da história drama, emoção e bastante conhecimento. A autora estudou sobre a utilização dos cães durante a primeira guerra e por meio de relatos de alguns cães criou as histórias descritas nessa obra. Eu desconhecia a utilização de cães durante a Primeira Guerra e achei bem interessante.




Gosto bastante de histórias ambientadas nesta época pois podemos sentir o que se passava na vida das pessoas e o que aconteceu com os combatentes, assim o conhecimento não fica somente naquelas partes históricas como o motivo e quem saiu vitorioso no combate.

Toda a reviravolta que uma guerra causa na vida de todas as pessoas que vivem em países envolvidos no combate pode ser observada quando pegamos obras ambientadas nessas épocas.

Além disso SOLDIER: Leal até o fim é um livro intenso e que consegue passar toda a dedicação e o amor que os cães devotam aos seus donos.

"O cão deve querer estar com você. Se ele quiser estar com você, então ele será leal, corajoso e honrado. Não é só isso: ele vai ser impulsionado como se por uma espécie de magnetismo, atravessando em meio às bombas caindo, através de furacões de fogo e de campos com tanques se deslocando, pelo seu desejo de estar com você. Se ele o amar, vai correr para casa, para você, mesmo através de nevascas de estilhaços de ferro."

A capa é linda e o livro contém algumas cartas enviadas ao Stanley ou ao seu pai, com a letra cursiva como uma carta de verdade. Muito fofo! Além disso com páginas amarelas e letra média a leitura corre tranquilamente.

Maravilhoso! Recomendo, pois além de toda essa demonstração de amor, grandes lições podem ser tiradas desta obra.
Share on Google Plus

0 comentários:

Olá, compulsivo (a)!!!

Sinta-se à vontade e diga-nos o que achou deste post!