Clique em "Participar deste site" e fique por dentro de tudo o que rola no blog Sociedade dos Leitores Compulsivos!

Resenha: The Rest of Us Just Live Here


Título: The Rest of Us Just Live Here
Autor: Patrick Ness
Gênero: YA Contemporâneo/Fantasia
Editora: HarperTeen
ISBN: 978-0062403179
Páginas: 336
Nota: 5/5

Sinopse: 
The Rest of Us Just Live Here is a bold and irreverent novel that powerfully reminds us that there are many different types of remarkable.What if you aren't the chosen one? The one who's supposed to fight the zombies, or the soul-eating ghosts, or whatever the heck this new thing is, with the blue lights and the death?What if you're like Mikey? Who just wants to graduate and go to prom and maybe finally work up the courage to ask Henna out before someone goes and blows up the high school. Again.Because sometimes there are problems bigger than this week's end of the world, and sometimes you just have to find the extraordinary in your ordinary life.Even if your best friend is worshipped by mountain lions. 


“Not everyone has to be the Chosen One. Not everyone has to be the guy who saves the world. Most people just have to live their lives the best they can, doing things that are great for them, having great friends, trying to make their lives better, loving people properly. All the while knowing that the world makes no sense but trying to find a way to be happy anyway.”

Com uma premissa incrível Patrick Ness nos coloca para acompanhar, não os heróis, mas sim os coadjuvantes nesse livro YA contemporâneo com toques de fantasia.
Enquanto os heróis, vulgo adolescentes Indie com nomes diferentes, que estão sempre se envolvendo em tretas, as pessoas precisam levar a vida, ir para escola, trabalho, comer, dormir e viver seus próprios dramas, fazendo o máximo para fugir de luzes sinistras ou explosões imprevistas.

"Life is happening to us now, just like it's happening to you.”

Em The Rest Of Us Just Live Here acompanhamos Mikey, Mel, Henna e Jared. Um grupo de adolescentes que não fazem parte do “indie kid” grupo e só querem terminar o ensino médio (antes que mais uma explosão atinja a escola).
Patrick Ness consegue amarrar muito bem os acontecimentos que estão atingindo a cidade (com os quais as crianças indie estão lidando) com a vida e dia-a-dia dos personagens, além de nos trazer problemas cotidianos (que não tem nada a ver com salvar o mundo de uma horda de zumbis) através de introduções a cada capítulo muito divertidas.
A Narrativa do livro é rápida e consegue prender o leitor, as coisas acontecem de maneira frenética e o capítulos são curtos, o que torna a leitura ainda mais fluída. Apesar disso os personagens poderiam ser mais bem desenvolvidos e terem seus problemas mais bem trabalhados.

“We share out craziness, our neuroses, our little bit of screwed-up-ness that comes from our family. We share it. And it feels like love.”

Mikey foi o único personagem realmente bem desenvolvido. Enquanto o mundo está sendo salvo (por alguém que não é ele) ele esta lidando com problemas muito reais, o TOC que o atormentou por muito tempo e parece está de volta, a Anorexia da irmã, Mel, que ainda assombra a família, o alcoolismo do pai e a ausência da mãe, no meio de tudo isso ele ainda tem tempo para uma paixonite por Henna. O TOC de Mikey é tratado de maneira cuidadosa deixando claro que é uma doença, para a qual é preciso buscar tratamento.
Além de Mikey, Patrick conseguiu desenvolver muito bem Jared, que tem tudo para ser um Escolhido, porém foge com todas as forças desse destino. Ele é um menino gay descendente de uma deusa gato (sim, isso mesmo ele controla os felinos, agora os poderes do Aquaman não parecem tão ruins não é?) e possui alguns poderes de cura.
Entretanto os outros personagens ficam em segundo plano, e muitos dos problemas deles são subdesenvolvidos, porém isso não chega a interferir radicalmente na leitura.


“Just remember, please, most of that stuff is in the past. It isn't the story I want to tell. At all.You needed to know it, but for the rest of this, I'm choosing my own story.Because if you can't do that, you might as well just give up.”

The rest f us just live here é um livro leve excelente para ser lido em um dia ou para pegar depois de uma ressaca. Uma história bem amarrada, tensa, que consegue tratar de assuntos pertinentes e ao mesmo tempo ser engraçada. Além de mesclar muito bem YA contemporâneo com fantasia
O mais importante é que Ness consegue explorar muito bem no livro é que também há magia no ordinário, não importa o quanto sua é vida é composta de momentos comuns é possível encontrar o extraordinário em cada um deles pois no fim das contas nós somos os heróis da nossa própria história.
"And there'll be a tomorrow, of course there will, when it all begins again, but right now is almost a kind of loop for me, something to feel on the inside of, but this time it's good. It's a loop with my friends that would even be a pretty damn good forever.”

Share on Google Plus

0 comentários:

Olá, compulsivo (a)!!!

Sinta-se à vontade e diga-nos o que achou deste post!