Clique em "Participar deste site" e fique por dentro de tudo o que rola no blog Sociedade dos Leitores Compulsivos!

Resenha: Rangers - Ordem dos arqueiros

Por: Isabel Primo



Título: Ruínas de Gorlan - Rangers: Ordem dos Arqueiros - Livro 1
Gênero: Ficção juvenil
ISBN:
9788576762775
Autor:
John Flanagan
Ano de lançamento:
2009
Editora: Fundamento

Páginas: 239


Sinopse: 
Durante a vida inteira, o pequeno e frágil Will sonhou em ser um forte e bravo guerreiro, como o pai, que ele nunca conheceu. Por isso, ficou arrasado quando não conseguiu entrar para a Escola de Guerra. A partir daí, sua vida tomou um rumo inesperado: Ele se tornou o aprendiz de Halt, o misterioso arqueiro, que muitos acreditam ter habilidades que só podem ser resultado de alguma feitiçaria. Relutante, Will aprendeu a usar as armas secretas dos arqueiros: o arco, a flecha, uma capa manchada e... um pequeno pônei muito teimoso. Podem não ser a espada e o cavalo que ele desejava, mas foi com eles que Will e Halt partiram em uma perigosa missão: impedir o assassinato do rei. Essa será uma viagem de descobertas e aventuras fantásticas, na qual Will aprenderá que as armas dos arqueiros são muito mais valiosas do que ele imaginava.



Will é um jovem de 15 anos que mora no castelo Redmont desde que nasceu. Ele não sabe quem foram os seus pais, mas foi acolhido pelo barão Arald como um protegido (órfãos de guerreiros ou heróis guerra). Quando os protegidos completam 15 anos ocorre o dia da Escolha. Todos os protegidos com essa idade se apresentam diante dos mestres do oficio e do barão, a fim de se tornarem um aprendiz de sua escolha ou habilidade que lhe cabe melhor exercer.



Will sonha em entrar para a escola de guerra e ser um aprendiz de guerreio, mas a pouca altura e por não ser tão forte como os guerreiros são os empecilhos pra esse sonho se realizar. Mas Will faz escaladas facilmente e se mistura ao habitat de forma que fique bem escondido. Junte isso mais a curiosidade que o jovem demostra ter e terá um conjunto de habilidades que chamou a atenção do misterioso e rabugento Arqueiro, Halt.



Como aprendiz de arqueiro, Will descobre um novo universo que poucas pessoas têm conhecimento. Aprende que seu mestre embora seja rabugento, é muito esperto, habilidoso e respeitado no reino. Algumas pessoas acreditam que os arqueiros usam feitiçaria, mas aos poucos, Will vai aprendendo a usar as armas secretas como a capa pra camuflagem que ajuda eles a ficarem “invisível”, facas especiais e é claro o arco e flecha.



Horace é um aprendiz guerreiro, foi um protegido junto com Will, no inicio zombava de Will pelo seu tamanho, mas um acontecimento inesperado faz essa zombaria se transformar em algo bem diferente: respeito e admiração. Se no inicio Horace é o típico personagem que você odiaria em uma história por ser o “valentão” logo os rumos que o personagem leva, passa a te conquistar e quando você menos imagina já esta gostando dele.


Foto por Isabel Primo


Tem personagens carismáticos como o Hatl, que embora tentasse sempre mostrar frieza e profissionalismo, aos poucos você percebe que ele tem grande afeição pelo seu aprendiz. Gilan é um antigo aprendiz de Halt e chega à história de forma muito divertida, ajudando a demostrar o lado carinhoso que o Halt tem com seus aprendizes. Não devemos subestimar a aparência dos personagens, nem mesmo dos cavalos dos arqueiros. Puxão é o pônei de Will e por mais que a aparência do cavalo seja “desanimadora”, o jovem aprendiz logo aprende que Puxão é muito mais rápido e esperto do que qualquer cavalo de batalha que existe na escola de guerra. Nesse primeiro livro, os leitores são apresentados a um mundo encantador e são várias as descobertas do mundo dos arqueiros.



Ruínas de Gorlan é o primeiro livro da série Rangers, a ordem dos arqueiros e o vilão Morgarath pouco é mencionado nesse primeiro momento da história. O cenário é medieval, um reino chamado Araluen. Criativo e mostra de uma forma interessante que os heróis não precisam ser os grandes e fortes.
Share on Google Plus

0 comentários:

Olá, compulsivo (a)!!!

Sinta-se à vontade e diga-nos o que achou deste post!