Clique em "Participar deste site" e fique por dentro de tudo o que rola no blog Sociedade dos Leitores Compulsivos!

Slider[Style1]

Resenha: A Garota que Tinha Medo

Titulo: A garota que tinha medo
Autor: Breno Melo
Gênero: Drama
Editora: Chiado
ISBN: 9789895123315
Paginas: 280
Nota: 4

Sinopse:
Marina é uma jovem que faz tratamento para a síndrome do pânico. Às voltas com o ingresso na universidade, um novo romance e novas experiências, Marina tem seu primeiro ataque de pânico. Sua vida vira de cabeça para baixo no momento mais inapropriado possível e então psiquiatras e psicólogos entram em cena. Acompanhamos suas idas ao psiquiatra e ao psicólogo, o tratamento farmacológico e a psicoterapia. Ao mesmo tempo, conhecemos detalhes de sua vida amorosa e sexual, universitária e profissional, social e familiar na medida em que elas são marcadas pela síndrome. Um tema atual. Uma excelente obra tanto para conhecimento do quadro clínico como entretenimento, narrada com maestria e de uma sensibilidade notável.

Resenha: Matéria Escura


Titulo: Matéria Escura
Autor: Blake Crouch
Gênero: Thriller/Sci-fi
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-5100-122-6
Páginas: 352 páginas
Nota: 5/5

Sinopse: 
“Você é feliz com a vida que tem?”Essas são as últimas palavras que Jason Dessen ouve antes de acordar num laboratório, preso a uma maca. Raptado por um homem mascarado, Jason é levado para uma usina abandonada e deixado inconsciente. Quando acorda, um estranho sorri para ele, dizendo: “Bem-vindo de volta, amigo.”Neste novo mundo, Jason leva outra vida. Sua esposa não é sua esposa, seu filho nunca nasceu e, em vez de professor numa universidade mediana, ele é um gênio da física quântica que conseguiu um feito inimaginável. Algo impossível. Será que é este seu mundo, e o outro é apenas um sonho? E, se esta não for a vida que ele sempre levou, como voltar para sua família e tudo que ele conhece por realidade?Com ritmo veloz e muita ação, Matéria escura nos leva a um universo muito maior do que imaginamos ao mesmo tempo em que comove ao colocar em primeiro plano o amor pela família. Marcante e intimista, seus múltiplos cenários compõem uma história que aborda questões profundamente humanas, como identidade, o peso das escolhas e até onde vamos para recuperar a vida com que sonhamos.

TAG LITERÁRIA: SIGNOS LITERÁRIOS

Olá sociedade!

Hoje vamos responder a TAG Signos Literários.

Essa Tag foi criada pelo canal  Elefante Literário onde vamos ligar um personagem a um signo.


Resenha: Checho de Anita

Titulo: Checho de Anita
Autor: Adriana Vargas
Gênero: Romance
Editora: Ella
ISBN: 9788584050437
Paginas: 250
Nota: 3

Sinopse:
💓 Cartas trocadas. Roubo de identidade 💓
Anita é bookaholics assumida, e essa paixão pelos livros a fez criar o projeto 🔰 Literando 🔰 o qual realiza pedalando pela ruas da cidade, para transmitir a mensagem de um livro ao seu escolhido. Mas, de repente tudo muda em sua pacata vida ao se apaixonar por alguém que não conhece... Ela quis ser a “Anita de Checho”, e responde às cartas que chegam até ela por um simples erro do endereçador. Ani desafia a família que tenta impedi-la, e foge para São Sebastião a fim de se encontrar com seu futuro amor, vivendo 48 horas como se fossem as últimas. Após seu retorno para casa, algo perturbador a aflige - como fumaça, Checho aparece e desaparece de sua vida, e sua missão agora é descobrir o que de tão estranho acontece, que os impede de ficarem juntos.Neste romance sobrenatural, carregado de emoções delicadas e amor pelos livros, nascem os sonhos e o desejo de realizá-los. 

Resenha: Mentiras que confortam

Titulo: Mentiras que confortam
Autor: Randy Susan Meyers
Gênero: Drama
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581637068
Paginas: 368
Nota: 4

Sinopse:
Cinco anos atrás...Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Resenha: Os homens que não amavam as mulheres

Titulo: Os homens que não amavam as mulheres - Millennium #1
Autor: Stieg Larsson
Gênero: Suspense Policial
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 9788535913248
Paginas: 522
Nota: 4

Sinopse:
Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou.
Quase quarenta anos depois, o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger, e que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois.... até um momento presente, desconfortavelmente presente.'

Dicas de leitura: livros com relacionamento pai e filho

Olá, Sociedade!
Esse domingo é dia dos pais! o/ Dia de lembrar dos momentos bons compartilhados com aquela figura paterna que tanto te deu carinho, seja ele seu pai, padrasto, tio, primo, avô....



E por isso as dicas de leitura da semana terão como tema: LIVROS QUE MOSTRAM RELACIONAMENTO ENTRE PAI E FILHO. Vamos às sugestões da equipe do blog SLC:


Resenha: O trato da Baleia Branca

Titulo: O trato da Baleia Branca Metamorfos#1
Autor: Marcelo Molinari
Gênero: Aventura
Editora: Clube de Autores
ISBN: B00WTJUK46
Paginas: 550
Nota: 2

Sinopse:
Duas raças de vampiros estão travando uma guerra no submundo de um país renascentista, e o que era um conflito pequeno transforma-se lentamente em uma grande guerra. Quatro aventureiros, liderados pelo feiticeiro Pamanizi são contratados para investigar o que está acontecendo, mas as angústias destes homens podem acabar tornando-se mais fortes do que sua vontade de entender a violência e a loucura dos vampiros. Se você gosta de fantasia, criaturas monstruosas e personagens cativantes e bem construídos este livro é para você. Esta é o primeiro livro da série Metamorfos do escritor Marcelo Molinari.

Resenha: Uma História Meio que Engraçada


Título original: It’s Kind of a Funny History
Titulo nacional: Uma História Meio que Engraçada
Autor: Ned Vizzini
Gênero: YA Contemporâneo/Drama
Editora USA: Hyperion (444 páginas)

Editora BR: Leya (296 páginas)
ISBN USA: 978-0786851973
ISBN BR: 978-8544102589
Nota: 5/5

Sinopse: 
O que aconteceria se você descobrisse que a maior idealização da sua vida não era aquilo que você esperava? O adolescente Graig Gilner vai perceber que, até mesmo ao atingir um objetivo, nem sempre as coisas saem da forma como deveriam. Mas aprenderá também que, mesmo nas adversidades, é possível fazer novos amigos, se apaixonar e encontrar motivos para viver. Como muitos adolescentes determinados a vencer na vida, Craig Gilner acredita que a sua entrada na Executive Pre-Professional High School de Manhattan é o passaporte para o seu futuro. Obstinado a ter uma vida de sucesso, Craig estuda dia e noite para gabaritar no exame de admissão, e consegue. A partir daí, o que deveria ser o dia mais importante da sua vida, acaba marcando o início de um sufocante pesadelo.

Resenha: Jurassic Park

Título: Jurassic Park
 Autor: Michael Crichton
 Gênero: Ficção Cinetífica
 Editora: Aleph
 ISBN:  9788576572152
 Número de páginas: 528
 Nota: 5/5

Sinopse:
Uma impressionante técnica de recuperação e clonagem de DNA de seres pré-históricos foi descoberta. Finalmente, uma das maiores fantasias da mente humana, algo que parecia impossível, tornou-se realidade. Agora, criaturas extintas há eras podem ser vistas de perto, para o fascínio e o encantamento do público. Até que algo sai do controle. 
Em Jurassic Park, escrito em 1990 por Michael Crichton, questões de bioética e a teoria do caos funcionam como pano de fundo para uma trama de aventura e luta pela sobrevivência. O livro inspirou o filme homônimo de 1993, dirigido por Steven Spielberg, uma das maiores bilheterias do cinema de todos os tempos. 

Resenha: Cidade Banida

Titulo: Cidade Banida
Autor: Ricardo Ragazzo
Gênero: Distopia
Editora: Planeta dos Livros
ISBN: 9788542205411
Paginas: 384
Nota: 4

Sinopse:
No futuro, a Terra foi assolada por inúmeras guerras, o que dizimou 99% da população humana e transformou sua vida animal e vegetal. Boa parte dos seres humanos acabou confinada dentro dos muros de Prima Capitale, regida pelas draconianas regras do Supremo Decano. Por causa da rigidez do governo, todos os bebês nascidos no lugar precisam passar pelo crivo dos chamados cognitos, seres com poderes psíquicos capazes de prever o futuro. Caso, nesta visão, seja revelado que o novo cidadão cometerá um crime, sua sentença é a morte. Seppi Devone foi um desses bebês vetados. No entanto, sua mãe, Appia, consegue fugir com ela, livrando-a da cruel sentença. Elas vivem incógnitas numa comunidade no meio da mata e Appia cria sua filha como um garoto. Mas, quando Seppi completa 15 anos, o destino bate à sua porta e a garota terá de enfrentá-lo. Afinal, a adolescente é a única esperança que muitos oprimidos têm de se livrar do mal a que são submetidos pelo Supremo Decano. Irá ela abraçar essa sua missão?

Resenha: The Rest of Us Just Live Here


Título: The Rest of Us Just Live Here
Autor: Patrick Ness
Gênero: YA Contemporâneo/Fantasia
Editora: HarperTeen
ISBN: 978-0062403179
Páginas: 336
Nota: 5/5

Sinopse: 
The Rest of Us Just Live Here is a bold and irreverent novel that powerfully reminds us that there are many different types of remarkable.What if you aren't the chosen one? The one who's supposed to fight the zombies, or the soul-eating ghosts, or whatever the heck this new thing is, with the blue lights and the death?What if you're like Mikey? Who just wants to graduate and go to prom and maybe finally work up the courage to ask Henna out before someone goes and blows up the high school. Again.Because sometimes there are problems bigger than this week's end of the world, and sometimes you just have to find the extraordinary in your ordinary life.Even if your best friend is worshipped by mountain lions. 

Resenha: Vango - Entre o Céu e a Terra

Titulo: Vango - Entre o Céu e a Terra #Vango1
Autor: Timothée de Fombelle
Gênero: Aventura
Editora: Melhoramentos
ISBN: 9788506077481
Paginas: 360
Nota: 3

Sinopse:
Salvar a pele e, ao mesmo tempo, descobrir a própria identidade. Este é o grande desafio de Vango, o jovem herói do novo romance do escritor francês 'Timothée de Fombelle'. Ao ler esse thriller histórico, ambientado no conturbado período entre as duas grandes guerras mundiais, somos impelidos a fugir com Vango pelos cinco continentes, num clima de absoluto perigo e suspense. Este rapaz órfão de 19 anos desconhece sua origem assim como desconhece a motivação do franco atirador que, além da polícia, está em seu encalço. Deparamo-nos com Vango na solenidade em que ele e outros seminaristas seriam ordenados padres na suntuosa catedral de Notre-Dame, em Paris. O assassinato do padre Jean, seu protetor, desencadeia a perseguição ao rapaz, que empreende uma fuga espetacular ao escalar nada menos do que os famosos vitrais da catedral. Essa cena é apenas um exemplo do clima de perseguição e aventura de que é feita toda a narrativa, quando acompanharemos nosso protagonista em situações e lugares improváveis - como um intruso escondido num caça da SS, galopando nas Terras Altas da Escócia, dependurado num vulcão italiano ou sobrevoando o Brasil e vários outros lugares num zepelim. O fracasso em não ter sido ordenado padre deixa nosso herói arrasado, mas a jovem Ethel fica bem feliz. É ela quem vai ajudar Vango a provar sua inocência e descobrir sua identidade. Também fazem parte da saga outros personagens marcados por vidas cheias de segredos, como Mademoiselle, a Senhora Poliglota e sem memória com quem Vango é salvo do naufrágio na costa da Sicília aos três anos de idade e Hugo Eckner, personagem verídico, comandante alemão do Graf Zepelin, esse grande dirigível que fascinou o mundo nas primeiras décadas do século XX. Outras personalidades incorporadas à história são Joseph Stalin, sua filha Svetlana e Adolf Hitler.

TAG LITERÁRIA: ACUMULADOR DE LIVROS

Olá sociedade!

Hoje vamos responder uma TAG Acumulador de livros, compartilhando um pouquinho sobre nossa estante e nossos desejados.

Essa Tag foi criada pelo canal  Biblio Atlas e foi traduzida pelo Paulo Ratz do Canal Livraria em Casa.

Resenha: Doce Sonho Alado

Titulo: Doce Sonho Alado
Autor: Sheila Lima Wing
Gênero: Aventura
Editora: Clube dos Autores
Paginas: 249
Nota: 3

Sinopse: 
Um crime abala a cidade de Coronel Boaventura: um corpo é encontrado na Biblioteca Municipal (que, aliás, estava trancada pelo lado de dentro), vestido com roupas elegantes e segurando um livro chamado "O Mistério do Caso Boaventura". Espalha-se pela redondeza o boato de que o livro possa estar amaldiçoado pelo fantasma do fundador da cidade.Enquanto isso, Evangeline Maria Ayler – uma garota de onze anos – e sua amiga Hanna Auster passam a estudar num semi-internato particular, o Instituto Educacional A. W. Sigma. Ambas são garotas simples, moram numa favela, e precisam se desdobrar para se adaptar à nova vida entre os filhos da elite.
Evangeline logo descobre que há um mistério envolvido nesse convite a estudar no Instituto: o diretor Último Wing, seu tio de consideração, possui questões mal resolvidas com a mãe da garota, parece ser o tipo de sujeito no qual não se pode depositar confiança.
Durante o ano letivo Evangeline tenta resolver vários mistérios, como o caso da morte na biblioteca, um rosto que lhe espia das sombras, um garoto estranho e seu gato peludo; além de vários outros enigmas e questões comuns que fazem parte dos desafios de ser uma pré-adolescente; tudo isso com muita diversão e aventura.

Resenha: Jantar Secreto

Título: Jantar Secreto
Autor: Raphael Montes
Gênero: Suspense
Editora: Companhia Das Letras
ISBN: 978-85-359-2835-8
Páginas: 360
Nota: 5

Sinopse: 
Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. No cardápio: carne humana. A partir daí, eles se envolvem numa espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos, grã-finos excêntricos e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles.


Resenha: Flores Partidas

Título: Flores Partidas
Autora: Karin Slaughter
Gênero: Policial
Editora: HarperCollins
ISBN: 9788569809623
Páginas: 464
Nota: 4

Sinopse:
Irmãs. Estranhas. Sobreviventes.Quando Lydia contou para a irmã que o cunhado havia tentado estuprá-la, Claire não acreditou. Dezoito anos depois, porém, tudo o que Claire achava saber sobre o marido se provou uma mentira. Quando vídeos escondidos no computador de Paul mostram uma face terrível do homem que ela julgava conhecer, Claire percebe que o drama de sua família tem muitas camadas que precisarão ser descobertas antes que a assustadora verdade por fim venha à tona.

TAG LITERÁRIA: 50%

Olá sociedade!

Hoje vamos responder uma TAG com perguntas relacionadas as leituras realizadas de 01 janeiro de 2017 até 02 de julho de 2017

Essa Tag foi criada pelo canal  Read Like Wildfire e foi traduzida pelo Victor Almeida do Canal Geek Freak.



Resenha: Precisamos falar sobre Kevin



Título: Precisamos falar sobre Kevin
Autor: Lionel Shriver
Gênero: Drama
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788598078267
Páginas: 463 (edição com capa inspirada no pôster do filme)
Nota: 5/5

Sinopse: 
Lionel Shriver realiza uma espécie de genealogia do assassínio ao criar na ficção uma chacina similar a tantas provocadas por jovens em escolas americanas. Aos 15 anos, o personagem Kevin mata 11 pessoas, entre colegas no colégio e familiares. Enquanto ele cumpre pena, a mãe Eva amarga a monstruosidade do filho. Entre culpa e solidão, ela apenas sobrevive. A vida normal se esvai no escândalo, no pagamento dos advogados, nos olhares sociais tortos.Transposto o primeiro estágio da perplexidade, um ano e oito meses depois, ela dá início a uma correspondência com o marido, único interlocutor capaz de entender a tragédia, apesar de ausente. Cada carta é uma ode e uma desconstrução do amor. Não sobra uma só emoção inaudita no relato da mulher de ascendência armênia, até então uma bem-sucedida autora de guias de viagem.Cada interstício do histórico familiar é flagrado: o casal se apaixona; ele quer filhos, ela não. Kevin é um menino entediado e cruel empenhado em aterrorizar babás e vizinhos. Eva tenta cumprir mecanicamente os ritos maternos, até que nasce uma filha realmente querida. A essa altura, as relações familiares já estão viciadas. Contudo, é à mãe que resta a tarefa de visitar o "sociopata inatingível" que ela gerou, numa casa de correção para menores. Orgulhoso da fama de bandido notório, ele não a recebe bem de início, mas ela insiste nos encontros quinzenais. Por meio de Eva, Lionel Shriver quebra o silêncio que costuma se impor após esse tipo de drama e expõe o indizível sobre as frágeis nuances das relações entre pais e filhos num romance irretocável.

TAG LITERÁRIA: SKOOB

Olá sociedade!

Hoje vamos responder uma TAG com perguntas relacionadas a rede social que amamos e nos ajuda na organização das nossas leituras e estante, o SKOOB.

Essa Tag foi criada pelo blog Livros Com Resenhas. Eu vi no blog Amantes da Leitura e achei interessante trazer para o blog.